Clash Royale – Neurofitness para todas as idades

Por Lexxa Blackfish

Os esportes intelectuais oferecem exercícios para o cérebro com fartura e profundidade cognitiva, sendo uma das formas mais gostosas, simples e acessíveis para a prática da neuróbia ou neurofitness. Hoje conheceremos um pouco mais sobre o Clash Royale, um eSport para todas as idades.

Clash Royale é um jogo de estratégia mobile, desenvolvido em 2016 pela empresa finlandesa Supercell, obtendo diversas premiações relevantes, como a “Best Game” do Google Play Awards em 2016. 

É um card game leve, divertido, baseado em defesa de torres, gestão do tempo e balanceamento de cartas. 

Incentiva o fair play e as boas relações entre os jogadores através de clãs e outros recursos, inclusive driblando limitações comuns, como dificuldades com diferentes idiomas, sempre de forma engraçada e intuitiva, contribuindo sensivelmente para que a “Clash Royale League – CRL”, criada em 2018, contando com distribuição milionária de premiações, seja um evento mundial de sucesso e relativamente acessível para todos.

Classificam-se para a CRL os vencedores de 5 grandes regiões pelo globo: China, Ásia, Europa, América do Norte e América Latina. 

O Brasil se destaca nas competições, tendo sido campeão regional e vice-campeão da CRL em 2018, embora com time misto, composto por atletas de múltiplas nacionalidades, algo que é comum em jogos competitivos online. 

Normalmente, as equipes de Clash Royale já possuem algum histórico em outros e-Sports, contribuindo para o alto nível de comprometimento e engajamento dos jogadores, neste joguinho que “só parece” ser coisa de criança.

Como em diversos jogos eletrônicos, os atletas chineses e asiáticos dominam a cena, mas grandes equipes conhecidas pelo público como a RED Canids, paiN Gaming, Keyd e SK Gaming contribuem para elevar o nível técnico das competições e estimular os usuários na frequência diária ao jogo e ação de compras em cada temporada, levando a geração de receita do game ao nível dos bilhões de dólares desde seu lançamento. 

No entanto, é possível desenvolver-se dentro do game sem realizar compras, mas apenas com intuito de praticar o neurofitness, visto que as compras dentro do jogo auxiliam no desenvolvimento das cartas, que são o pilar base da jogabilidade e competitividade nas arenas. Como em qualquer esporte, é preciso investimento de tempo e recursos para chegar ao topo.

Veja abaixo alguns benefícios da prática regular do Clash Royale como um exercício mental, seja você um empreendedor, executivo, estudante ou atleta intelectual:

  • Melhoria na gestão do tempo, proporcionada pela gestão do elixir que libera cartas na arena;
  • Raciocínio analítico-lógico-estratégico, treinado durante o balanceamento das cartas na formação dos decks de batalha, com fim de montar uma estratégia vencedora e adaptável aos diversos tipos de adversários;
  • Velocidade de adaptação e tempo de resposta do cérebro aos desafios, visto que as disputas acontecem obrigando os jogadores a escolher cartas antes de conhecer o adversário, imaginando resposta às ações dos adversários;
  • Disciplina, visto que é possível desenvolver-se sem efetuar compras dentro do jogo, mas para isso é preciso coletar baús de recompensas a cada 3 horas, em cliques que resultam em gemas e evolução de cartas;
  • Gestão de recursos, especialmente quando se joga com a proposta de não realizar compras dentro do jogo, visto que com menor quantidade de moedas e gemas disponíveis é preciso maior assertividade na escolha sobre como utilizar os recursos e manter-se competitivo;
  • Aprender a perder com leveza, algo que não vemos em esportes tradicionais como o futebol, e que no Clash é proporcionado por figurinhas divertidas e frases de motivação;
  • Aprender a vencer com elegância, novamente com as figurinhas e frases positivas incentivando a boa relação e o respeito ao adversário derrotado, bem como o lúdico em cada conquista;
  • Estimula o trabalho em equipe, favorecido pelas competições oficiais e partidas em duplas, que se tornam ainda mais ricas se os players jogam enquanto conversam ao mesmo tempo, contribuindo para a divisão de tarefas, alcance de objetivos coletivos e compensação de limitações individuais, tornando a vitória uma construção do time.

Ficou curioso? Então veja como foi a final mundial do Clash Royale League de 2019 e comece a praticar hoje mesmo!